Licenciatura de Engenharia e Arquitectura Naval

Apesar da sua longa tradição marítima, Portugal só em 1981 viu surgir a primeira licenciatura em Engenharia Naval, no Instituto Superior Técnico. Único curso superior existente no país nesta área, tem objectivos de âmbito nacional ao nível do Ensino, através da Licenciatura de Engenharia e Arquitectura Naval e ao nível da Investigação e Desenvolvimento, através de inúmeros projectos de investigação a nível nacional e internacional nos quais está envolvida.

A Licenciatura em Engenharia e Arquitectura Naval, acreditada pela Ordem dos Engenheiros, tem por objectivo ministrar a formação necessária ao exercício da profissão de Engenheiro Naval. Esta actividade está intimamente ligada ao mar, e consiste fundamentalmente na concepção, construção e gestão da operação dos sistemas que se destinam à exploração do mar, nas suas vertentes de via de transporte marítimo, fonte de recursos vivos (navios de pesca e aquacultura oceânica) e minerais (plataformas oceânicas, submersíveis, entre outros) e ainda como local de desporto e recreio.

A formação em Engenharia e Arquitectura Naval concilia um vasto conhecimento em engenharia, necessário para satisfazer os requisitos técnicos do projecto, com a criatividade e sensibilidade essenciais para o planeamento e desenvolvimento de novos conceitos de veículos/estruturas marítimas.

Para adequar o conteúdo da Licenciatura em Engenharia e Arquitectura Naval a uma constante evolução nesta área, foi feita uma restruturação curricular que entrou em vigor no ano lectivo de 1999/2000 e que criou três perfis na Licenciatura:
• Projecto e Construção Naval
• Máquinas e Sistemas Marítimos
• Transportes Marítimos e Portos

A Licenciatura estava então organizada em cinco anos curriculares, que além da formação de base comum a outros ramos de Engenharia, oferecia formação em matérias específicas tais como Arquitectura Naval, Estática e Dinâmica do Navio, Vibrações, Resistência e Propulsão, Manobrabilidade e Controlo, Máquinas e Sistemas Marítimos, Sistemas de Navegação e Comunicação, Estruturas Navais, Projecto de Navios, Tecnologia de Estaleiros, Navios de Pesca, Organização de Portos, Transporte Marítimo e Portos, entre outras.

A entrada em vigor do Acordo de Bolonha ocasionou uma reorganização da estrutura curricular numa Licenciatura em Ciências de Engenharia - Engenharia e Arquitectura Naval com duração de 3 anos e num mestrado em Engenharia e Arquitectura Naval com duração de 2 anos.

A partir de 2008-2009 a designação passou a ser Licenciatura em Engenharia e Arquitectura Naval embora o plano de estudos não tenha sido alterado e portanto esta Licenciatura continue a nao formar engenheiros para a actividade profissional mas sim a preparar alunos para continuar os estudos de Mestrado.

Coordenação
Prof. Yordan Garbatov
Instituto Superior Técnico
Av. Rovisco Pais, 1049-001 Lisboa
Tel. 218 417 957, Fax. 218 474 015